belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes
Quinta-feira, 25 de Fevereiro de 2010
OS TRÊS PILARES DA CULTURA BARROSÃ E NA LITERATURA PORTUGUESA.

 

 Barroso da Fonte                           Bento da Cruz                    Padre Lourenço Fontes

 

                 No dia 25 de Fevereiro, em Lisboa, na Livraria FNAC      Colombo, foram apresentadas três Obras que muito engrandecem a cultura portuguesa. Dado o valor científico de investigação dos Usos e Costumes de uma região que foi até há pouco tempo a mais atrasada de Portugal, os trê escritores que agora aqui referimos foram aqueles que mais se notabilizaram sobre as Obras Culturais publicadas no século XX e inícios do século XXI.

  O Dr. Baptista Lopes, primeiro administrador do Grupo Editorial Notícias e agora proprietário da Âncora Editora tem dado o melhor apoio aos escritores transmontanos.

  Voltaremos a este assunto nos próximos dias, concretamente, às publicações de cada um.

    Queremos felicitar o Dr. António Chaves, um economista prestigiado, por ter sido o motor desta iniciativa, que está a ser um sucesso.

 

                              Artur Monteiro do Couto



publicado por belezaserrana às 23:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010
NOTÍCIAS DE PORTUGAL - FEVEREIRO 2010

                                   

     

 

   NOTÍCIAS DE PORTUGAL – FEVEREIRO 2010
                 1- PALAVRAS LEVA-AS O VENTO E DE BOAS INTENÇÔES ESTÁ O INFERNO CHEIO.
    O que parecia trazer riqueza e beleza ao Alto Tâmega e Barroso com as novas barragens feitas nos concelhos de Chaves, Vila Pouca de Aguiar, Ribeira de Pena, Boticas e Cabeceiras de Basto, está a ser um pesadelo, sobretudo para a autarquia de Vila Pouca de Aguiar que vê os seus domínios directamente afectados por três das barragens, com a hipótese de desaparecerem duas povoações inteiras, com os seus terrenos agrícolas inundados, praticamente, a cem por cento.
       A protecção dos lobos ibéricos do ALVÃO,  por um lado, e a dos mexilhões do Rio Beça, por outro, estão a levantar preocupações aos ambientalistas.
     Acontece ainda que a Associação de Municípios do Alto Tâmega, que representa os Municípios de Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar, pediu ao Governo que criasse um plano de investimento para esta região  dos 340 milhões de euros que o Governo recebeu da empresa espanhola IBERDROLA, a quem foi adjudicada a construção das quatro barragens. Esta exigência nem sequer mereceu resposta GOVERNO.
    Esperemos que aos pobres se lhesnão tire o pouco que têm e que os investimentos previstos não dependam de lobos e uma dúzia de mexilhões que nada têm feito pelos transmontanos a não ser comer-lhes as ovelhas, cabras, etc., embora compreendamos as preocupações dos técnicos do Grupo Lobo, de Vila Real; e se, alguns curiosos ou gulosos, tentarem apanhar os “não comestíveis mexilhões e comê-los, arriscarem-se a partir antes do tempo para outro mundo…
      2-OS POBRES, CADA VEZ MAIS POBRES. E OS RICOS, CADA VEZ MAIS RICOS.
    - O PIDDAC 2010 (Programa de Investimentos, Despesas e Desenvolvimento da Administração Central)beneficiou as regiões mais ricas e populosas em desfavor dos pobretainas mais próximos de Espanha. O corte no investimento para o distrito de Lisboa foi apenas de 18.2 por cento, quando todos os outros distritos têm no mínimo 50 por cento de redução: Bragança, Beja, Portalegre, Vila Real e Viseu.
O concelho de Boticas, pelo quarto ano consecutivo não recebe um cêntimo em PIDDAC. Parece-me que as rosas têm alergia às laranjas…
Plano de Actividades e Orçamento de 2010 da CIMDOURO aprovados por unanimidade e aclamação. Mais um milhão de euros, vindos sobretudo do QREN. Ao abrigo do Programa Territorial de Desenvolvimento do Douro, até 2013, virão mais 119 milhões. Por aqui, não há sinais de desilusão. E ficamos contentes e solidários com quem sabe aproveitar os recursos que tem.
         O Douro é uma referência de beleza paisagística e vinícola em qualquer parte do mundo. Nesta época, visite as Amendoeiras em flor.
 
             3- REMESSAS DOS EMIGRANTES
A partir de 1963, foram os emigrantes, com as suas remessas de divisas, que safaram a economia portuguesa. Agora, que os juros baixaram, alguns Bancos lhes negam o dinheiro aí depositado, como tem vindo a acontecer com o (BPP) (Banco Privado Português), muitos emigrantes suspenderam as remessas, estão a investir nos países onde trabalham e a levantar os seus depósitos.
4- DESEMPREGO EM PORTUGAL
               Portugal iniciou o ano 2010 com 563 mil desempregados.    Infelizmente, os números continuam a subir e a emigração a subir.
 5-O Fisco penhorou dez mil carros de luxo
 a cidadãos que querem explorar os cidadãos sérios, fugindo aos seus deveres de pagar os seus impostos.   Vejamos algumas dessas marcas: Aston Martim, Bentley, Ferrari, Rolls Royce e muitas outras… Estes carros fazem parte do total de 75 mil que a Administração Tributária penhorou e que serão vendidos caso os devedores não paguem. Poderemos comentar deste modo: “ tanta vaidade dentro de tantos pelintras”, armados em conquistadores de louraças à solta.
      6- A Pérola do Atlântico (ilha da Madeira)), contra ventos e marés será sempre bonita e atraente. Com emoção pela calamidade que sobre ela se abateu em 20 de Fevereiro 2010 e com a saudade da maneira florida como me recebeu, quando, ainda muito jovem, ali desembarquei numa manhã de Agosto de 1966, vindo de um cruzeiro feito a Angola, São Tomé e Príncipe, Canárias, etc..
      Aqui fica um abraço de solidariedade para todos os Madeirenses, com a certeza de que o futuro será melhor.
                                 Artur Monteiro do Couto
  
 


publicado por belezaserrana às 01:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quinta-feira, 18 de Fevereiro de 2010
VIDAGOPALACEHOTEL-A PÉROLA DO TURISMO DO NORTE DE PORTUGAL.

                                          

                            DR.ANTÓNIO PIRES DE LIMA - PRESIDENTE DA UNICER

 

                      Vamos fazer uma síntese do rejuvenescimento de quem celebra os 100 (CEM ANOS) de nascimento em 1910 e que, ao contrário dos humanos, vai aparecer com novas energias, estéticas e estruturais da maior modernidade, para vir a celebrar o segundo centenário, conjuntamente com a República Portuguesa, em 3010.
    O hotel de Vidago vai ser promovido a cinco estrelas, classificação de luxo. O campo de golfe está a ser alargado e passará de 9 buracos para 18.  Tecnicamente, tudo está a ser feito sob a orientação do Arquitecto Álvaro Siza Vieira, o mais premiado dos arquitectos portugueses.
   Vai ter 70 quartos e suites de luxo, salões de festas e reuniões. O Centro de Congressos tem uma capacidade para 260 pessoas.
Em edifício especialmente construído para o efeito, vão funcionar 20 salas de tratamento pela água (SPA), para relaxamento, bem-estar e cuidar da beleza e elegância dos utentes ricos e de bom gosto.
Nesta altura, alguém estará a interrogar-se? Num país de pelintrice económica aonde se vai buscar dinheiro para sustentar estes luxos em equipamentos dos melhores de Portugal, em Vidago e Pedras Salgadas? Para quem tem preparação científica como os Gestores e muitos dos investidores da UNICER, sabem que vão ter sucesso porque não brincam em serviço; escolhem pessoas competentes e honestas; ali não há lugar para atender cunhas de ignorantes e mal-educados. A selecção de pessoal obedece a critérios rigorosos de competência.
Os grandes clientes virão de outro países ricos do Norte da Europa, da França, da Alemanha, do Reino Unido e de muitos outros. O aeroporto de Pedras-Rubras fica a 118 Km de distância e a 1 hora e 10 minutos, em viagem de automóvel. E aqui, vêm encontrar a beleza, tranquilidade paradisíaca, com a Região do Douro a dois passos, o Casino de Chaves a 10 km dos Hotéis, e a vizinha Espanha logo em frente, tudo ligado por auto-estradas.
 A música clássica e popular, as danças e cantares regionais, e todas as formas de cultura, devidamente avaliadas, vão passar por ali.
 Os concelhos de Chaves, Vila Pouca de Aguiar e o Turismo do Norte de Portugal vão ficar fortemente enriquecidos com estas mas-valias.
A GLA HOTELS é a empresa que gere alguns dos mais luxuosos hotéis do Mundo. Por isso tem os saberes e a confiança dos clientes.
    Quando rendemos a nossa homenagem à UNICER, na pessoa do seu Presidente, Dr. António Pires de Lima, queremos saudar outro Administrador do Grupo Jerónimo Martins -Pingo Doce, o Dr. José Castro Santos, «um jovem que me disse que adorava Vidago- Pedras Salgadas e que pretendia introduzir melhorias importantes; queria fazer da Vidago uma espécie de gravata de seda do Grupo Empresarial a que pertencia. Alguma coisa fez, mas os negócios são muito variáveis e trocam-nos as voltas. Ele irá sentir-se muito honrado e contente por ver e sentir que alguém adivinhou o seu pensamento e o realizou para a UNICER.
      Em Outubro, lá estaremos. 
     Por hoje, ficamos por aqui. Veja mais pormenores na internet: www.vidagopalace.com
                                     Artur Monteiro do Couto


publicado por belezaserrana às 12:40
link do post | comentar | favorito
|

Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2010
Brasil-Portugal UNIDOS PELA HISTÓRIA DO CARNAVAL

       DESFILE CARNAVALESCO dos ZÉS PEREIRAS EM BOTICAS (PORTUGAL)

 

 BRASIL – PORTUGAL E A ORIGEM DAS MARCHAS DO CARNAVAL
 
 
                           (Leia documento a seguir)
   
 É natural que os mais jovens perguntem o que é isso de “Entrudo”? Resposta clara: era assim que os seus avós chamavam à época das folias, brincadeiras que se habituaram a fazer desde a Idade Média, antes de se iniciar uma época mais austera para os Cristãos, a Quaresma, com a Quarta-Feira de Cinzas, como preparação para a festa da Páscoa.
 E diziam, como hoje se diz: «Esta vida são dois dias e o Entrudo (Carnaval) são três). Aproveitemos para reinar, brincar.»
As suas vestimentas, para disfarce, não vinham da China, como actualmente; utilizavam as meias e outras vestimentas habituais; os homens disfarçavam-se de mulheres e as mulheres de homens. Chamavam-se caretos (regionalismo de origem transmontana) os que assim se vestiam e disfarçavam (porque escondiam a cara) para que ninguém os conhecesse e poderem dizer e fazer o lhes apetecesse sem terem vergonha. Ainda se fabricam, ainda hoje, máscaras no Nordeste Transmontano; sobretudo, aldeia de Varge, Ousilhão-Vinhais e Macedo de Cavaleiros.
   Há o museu das máscaras em Bragança e fazem parte do património do Museu de Etnografia em Lisboa. As máscaras ibéricas originaram vários estudos registados em livros e filmes. Tanto em Portugal como em Espanha.
 Em www.rtp.pt/camaraclara poderá ver um programa sobre as máscaras ibéricas, o seu significado e os diversos métodos de fabrico.
 Em tempos idos, nalgumas aldeias, como a minha (Sapiãos), em vez de fazerem as batalhas de flores, como se fazem hoje nas cidades, brincavam com a farinha moída nos moinhos, atirando-a os jovens, de sexos diferentes, uns aos outros, ficando todos mascarados, mas acabando, quase sempre, em atitudes amorosas, em vez de uma ou outra cena de pancadaria à mistura. As crianças divertiam-se, fugindo deles, com medo que lhes fizessem mal.
Como curiosidade, deixo duas notas:
1-« O Carnaval do Brasil teve origem em Portugal?. Em 1723 era o “Entrudo”. Até o imperador D. Pedro II (1831-1889) “entrudava”-diz o historiador Hiram Araújo. O primeiro baile de Carnaval foi em 1835 e as marchas começaram com um português, Zé Pereira, que saía, à rua, a bater no bombo.»  
( Adriana Barsotti- O Globo -Domingo (Correio da Manhã) de 5 de Março 2006).
2 - Em 1842, houve um Ministério do Entrudo, denominação popular, por ter tomado posse a 7 de Fevereiro de 1842, um Domingo Gordo, sob a presidência do Duque de Palmela. (Dicionário da História de Portugal de Joel Serrão).
                                        Artur Monteiro do Couto
                                             arturcouto@clix.pt
 


publicado por belezaserrana às 14:49
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010
ALMOÇO CULTURAL TRANSMONTANO DE ESPECIALIDADES

                                        NO dia 27 de Fevereiro,

 

      pelas 12 horas, no Restaurante : QUINTA VELHA, Estrada do Cacém -Paço d`Arcos, no Espaço M-SÃO MARCOS(Centro Empresarial do Cacém) telefone 214260307

                        www.quintaantiga.com

 

     Vai realizar-se um almoço que prima pela qualidade a preço acessível.

 

           Ementa.  

   Entradas: alheira assada e ilharga de vitela barrosã grelhada.

   Prato principal: Vitela Barrosã assada com grelos.

   Sobremesa: Aletria de Barroso e salada de frutas.

   Bons vinhos: tinto e branco e outras bebidas.

   Queimada das bruxas pelo Padre Fontes, à maneira de

    Montalegre  e café.

    Produtos exclusivos da Região do Barroso.

    Animação ao vivo por dois conjuntos musicais.

 

    Parte Cultural com a presença e intervenção dos escritores:

                          Barroso da Fonte

                          Bento da Cruz

                          Padre Lourenço Fontes

  (conhecido por padroeiro dos bruxos em Vilar de Perdizes)

 

    Só há lugares para 200 pessoas. Faça já a sua inscrição e a dos seus convidados pelo telefone 91 931 7229 (CarlosCaldas) ou para o 214260307. Pode marcar para o Dr. António Chaves por e-mail: antonio.cchaves@netcabo.pt  ou pelos telefones 219142334 e 934557794. Preço: por 20 (vinte euros)/pessoa.

        A Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro de Lisboa poderá fornecer mais pormenores;telefone 217939311.

   

Se viajar a partir de Lisboa ou margem sul do Tejo, pode seguir pela auto-estrada em direcção a Cascais até à primeira portagem, junto a uma estação de serviço, e sair para Porto Salvo, continuando na direcção Cacém. 

                      Artur Monteiro do Couto

 

 



publicado por belezaserrana às 19:45
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Quinta-feira, 4 de Fevereiro de 2010
ESTÃO ABERTAS AS PORTAS AO ENTRUDO (CARNAVAL)

                                  MÁSCARAS IBÉRICAS (ESPANHA-PORTUGAL)

 

      

             Se há festas que passam gerações e ultrapassam as fronteiras, uma delas é o Carnaval, que este ano se realiza no dia 16 de Fevereiro (feriado nacional).
   A partir do dia 10 (dez) e até ao fim do mês poderá encontrar muita informação sobre este assunto na blogagemcolectiva            http://aldeiadaminhavida.blogspot.com 
                    na qual também belezaserrana colabora.
       Hoje, como preâmbulo, vamos referir a iniciativa da Associação Cultural e Recreativa de Tourencius dos Xudreiros, de Tourencinho, do concelho de Vila Pouca de Aguiar (Trás-os-Montes) e bem próxima da Espanha- fronteira de Chaves.
 
      “ABERTURA DAS CANCELAS AO ENTRUDO”
 Na noite de 19 de Janeiro, reviveu-se um costume ancestral de todas as aldeias do vale de Vila Pouca de Aguiar. Por norma, eram os rapazes bem protegidos do habitual frio da época, que subiam aos Outeiros com os chifres de vaca, os búzios e as cornetas e tocavam bem alto até que o som se propagasse o mais longe possível, anunciando o Entrudo e a época de Carnaval, que se aproximava, e alguns dos jovens mais entusiasmados abriam todas as cancelas e portões de madeira que cercam os terrenos agrícolas para assim deixarem passar o Entrudo, época de festa e grande alegria; e tinha que se aproveitar porque se aproximava a “Quaresma”, tempo de penitência, jejum e abstinência, restrições recomendadas pela Igreja Católica, como preparação para a festa da Páscoa de Jesus Cristo.
      Louvamos a iniciativa de manter as tradições e reparemos que esta tem todas as características Ibéricas, como observamos na fotografia que fez parte de uma exposição de máscaras ibéricas nas festas da Cidade de Lisboa em Julho 2009.
      Os caretos de Macedo de Cavaleiros, Vinhais, Varge e outras localidades transmontanas e espanholas são testemunhos de uma cultura ibérica comum. Parabéns à Associação de Vila Pouca de Aguiar e a todos os que se dispõem a manter vivas as nossas raízes e as nossas tradições. O Povo precisa das festas.
   Bom Carnaval (14-16) e muita alegria para toda a gente.
          Dentro de dias, voltaremos a este assunto.
                          Artur Monteiro do Couto
  
            


publicado por belezaserrana às 00:19
link do post | comentar | favorito
|

Sapiãos (Boticas)
subscrever feeds
pesquisar
 
Vida Rural em Sapiãos
Do namoro ao casamento

Aspectos da vida rural
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

SUBA AS MONTANHAS E VOLTE...

CHAVES RECEBEU EM FESTA A...

OUTONO CHEGOU FARTO, CHUV...

TERMAS DE CHAVES A GALIN...

MENSAGEM DOS QUE PEDEM PA...

O MEL TUTI_FLORES DÁ SAÚD...

HISTÓRIA DA ALDEIA ONDE ...

AS FLORES NÃO ENCOBRIRAM ...

HISTÓRIA DE CHAVES CONTAD...

ENTRE OS PORTUGUESES TRAI...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
Sapiãos no mapa

Ver mapa maior
subscrever feeds
blogs SAPO