belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes
Quinta-feira, 29 de Julho de 2010
FILHOS E NETOS DE EMIGRANTES RECUSAM PASSAR FÉRIAS NAS ALDEIAS TRANSMONTANAS.

         SERRA DO LEIRANCO NA FREGUESIA DE SAPIÃOS E AS ANTENAS

 

    FILHOS E NETOS DE EMIGRANTES RECUSAM PASSAR

                FÉRIAS NAS ALDEIAS TRANSMONTANAS.

 

        Habituados a utilizar as SUPERAUTO-ESTRADAS da INFORMAÇÃO para jogar, falar, ver filmes, etc. e a terem o mundo dentro da sua casa em qualquer aldeia ou cidade francesa, alemã, suíça, inglesa ou da América do Norte e virem passar férias a qualquer aldeia transmontana onde nem sequer podem utilizar um simples telemóvel para trocarem mensagens com os namoradas/os, verificam e pensam que ainda estão a viver na Era da Pedra e recusam viver assim, em pleno século XXI.

Isto faz lembrar as mulheres que em tempos se recusavam a ir para a terra dos maridos onde não havia casas de banho e tinham de ir satisfazer as necessidades fisiológicas às  “cortes dos porcos”…

         Há muitos anos que temos vindo a reclamar e a exigir, como cidadãos portugueses, que esta situação de miséria social e abandono pelas empresas ricas como a

  PT/TMN, que agora ganhou tantos milhões com a venda da “VIVO” que nem sabem o que hão-de fazer a tanto dinheiro, depois do novo investimento na brasileira “OI”. Até à data, pouco ou nada adiantámos para a aldeia de Sapiãos, concelho de Boticas, distrito de Vila Real, apesar de termos antenas na nossa Serra do Leiranco. A Câmara Municipal de Boticas anunciou em 15 de Julho no jornal   “A VOZ DE TRÁS-OS-MONTES” que um «Posto móvel de Internet percorre as freguesias instalado numa viatura … com computadores portáteis e preparada para vídeo-conferência e comunicações  wireless…» .E quando a carrinha se vier embora, passada uma ou duas horas… vamos acender fogueiras ao alto das serras, como se fazia há milénios, para as populações comunicarem umas com as outras? Vimos o sinal de boa vontade do Presidente da Câmara  em «candidatar o Município ao Programa Novas Tecnologias no Mundo Rural, apresentado pela edilidade ao Eixo Prioritário V do ON. 2.»

       Mais vale tarde do que nunca, mas ponho em causa a propaganda feita aos célebres Magalhães. E este desabafo é feito a partir de uma aldeia situada a 3 quilómetros da sede do concelho por quem vive entre os privilegiados de Lisboa. Mas a solidariedade com os abandonados obriga a que isto seja dito e redito desde há 10 anos. (Ver documentos neste blog,publicados no dia 12 de Julho.)

                           Artur Monteiro do Couto



publicado por belezaserrana às 20:47
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Domingo, 25 de Julho de 2010
OS PORTUGUESES VENCERAM OS deuses romanos

   Estátua de Neptuno, deus romano dos mares, em Lisboa (Estefânia)

 

    Neptuno foi um deus romano dos mares, protector do Império

                         Romano.

 

   Mas o maior poeta de todos os tempos, Luís de Camões, escreveu nos Lusíadas que mais poderosos do que todos os deuses protectores de outros povos outras gentes, foram os Portugueses da Expansão Ultramarina que deram novos mundos ao Mundo.

 

       Assim escreveu no Canto Primeiro, terceira estrofe:

 

       « Cessem do sábio grego e do troiano

       As navegações grandes que fizeram;

       Cale-se de Alexandre e de Trajano

       A fama das vitórias que tiveram,

       Que eu canto o peito ilustre lusitano,

       A quem Neptuno e Marte obedeceram;

       Cesse tudo o que a musa antiga canta,

       Que outro valor mais alto se alevanta. » 

 

               Alguns portugueses devem sentir-se envergonhados ao ler

        OS LUSÍADAS, pelo seu comportamento indigno, em pleno século

        XXI, em contraste com os homans honestos e patriotas do séc. XV.

                              Artur Monteiro do Couto



publicado por belezaserrana às 14:16
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 23 de Julho de 2010
PRÉMIO NOBEL CONDENADO POR FUGA AO FISCO

JOSÉ SARAMAGO CONDENADO POR FUGA AO FISCO EM ESPANHA.

 

     «As autoridades judiciais espanholas condenaram José Saramago a pagar um total de 717.651,78 euros de impostos por considerarem que a residência do Nobel português, falecido a 18 de Junho, era Espanha e este estava em falta com o Fisco.

     A condenação foi em Abril (antes da morte).

O Correio da Manhã de 22.07.2010 disse que sabia que há dois anos terão estado em Portugal inspectores do Fisco espanhol para analisarem as contas do escritor.»

      Dadas as investidas comunistas do José Saramago contra os exploradores capitalistas, se se confirmar que houve fuga deliberada com a desculpa de ter nascido e vivido em Portugal, vai surgir uma nova bronca porque por importâncias muitíssimo inferiores já muitos políticos têm sido enxovalhados na praça pública.

    Terá este facto contribuído para que a Câmara Municipal do Porto recusasse atribuir o seu nome a uma rua da cidade nortenha?

   

   Vamos seguir com atenção o tema de mais um romance histórico:

     “ A CONDENAÇÃO DO NOBEL COMUNISTA PORTUGUÊS

        POR FUGA AO FISCO E A FUNDAÇÃO INSTALADA NA

        CASA DOS BICOS.”

 Será um prémio à esperteza de ludibriar as  Finanças espanholas? ou as portuguesas? Aguardemos pelo resultado da luta que virá a seguir.



publicado por belezaserrana às 23:58
link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 20 de Julho de 2010
LISBOA É UM MUSEU AO AR LIVRE ONDE AS FÉRIAS SÃO BARATAS

              FONTE ARTÍSTICA NA PRAÇA DO ROSSIO EM LISBOA

 

     Lisboa é uma das cidades portuguesas onde se podem passar férias baratas ou caras, segundo a vontade ou as disponibilidades financeiras de quem a visita. Há restaurantes de todas as categorias, com preços variáveis e todos os tipos e formas de comércio. Atenção às dormidas; não deixe que lhe vendam "gato por lebre ". Há transportes públicos para toda a cidade e arredores. As Casas de diversão são muitas e seguras... para os que tenham um bom comportamento. Visite uma das cidades mais belas da Europa e passe umas férias agradáveis.

                Artur Monteiro do Couto



publicado por belezaserrana às 20:24
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 16 de Julho de 2010
O FUTEBOL E O OLHAR DO CIENTISTA PORTUGUÊS

 

    

OS HOMENS DA BOLA E O CIENTISTA JOÃO LOBO ANTUNES

 

O PROFESSOR DOUTOR João Lobo Antunes é um cientista de referência internacional na área da Neurocirurgia. Como homem, é um cidadão exemplar pela delicadeza e frontalidade com que aborda os problemas para ajudar a ultrapassar as dificuldades, de toda a ordem, que vão surgindo no seio da Nação Portuguesa. Toda a gente de bom senso o estima e admira.

 

         A propósito do futebol e do comportamento da Selecção Portuguesa no campeonato do mundo 2010, na África do Sul, vamos transcrever parte do texto publicado no jornal Diário Económico do dia 07/ de Julho 2010, com a devida vénia:

 

     « Como povo, com uma identidade antropológica, ética ou social bem marcada, só muito raramente fomos um povo ganhador. Quando isso sucedeu foi porque éramos liderados por «ganhadores».

       Ganhadores foram ou são, por exemplo, D. Afonso Henriques, o Infante D. Henrique, Nuno Álvares Pereira, José Mourinho, Rosa Mota, João Garcia, Belmiro de Azevedo ou Alexandre Soares dos Santos. Supremo ganhador foi Napoleão no seu apogeu, que tinha mesmo um general (Massena) que era chamado “lénfant chéri de la victoire”.

        Na sociedade mediática o triunfo mais celebrado é aquele que transversalmente abrange uma nação, indiferente a profissões, nível económico ou classe social. Hoje em dia, acabadas as guerras, o grande igualizador é sem dúvida o triunfo desportivo.       

       Inversamente, nada mais abate o ânimo colectivo do que a derrota desportiva.

       No caso da tépida campanha sul-africana a desilusão não foi mais profunda porque a expectativa não era alta. Mas o que mais me irritou e creio a muitos portugueses, foi a satisfação dos responsáveis de se terem cumprido os serviços mínimos. De facto, não merecemos mais do que um “suficiente pequeno menos”, que era a nota que marcava o mais miserável dos triunfos.

       Ao contrário de alguns, não culpo minimamente os jogadores, pois não detectei qualquer reticência na sua entrega ao jogo, e juntamente com o meu sofrido clube – Sporting é claro! – continuo a ser um indefectível “ronaldiano”. Evidente que em questão de liderança, uma certa competência técnica ou um discurso escorreito não fazem de ninguém um ganhador. Este é um instinto profundo, quase visceral, que paradoxalmente obriga a arriscar a … perder. É evidente para mim que o Professor  Queiroz, que respeito, não é um ganhador e com ele nunca passaremos disto. Mas nem ele, nem os responsáveis federativos parecem querer reconhecê-lo, sabe-se lá porque razões, assumindo-se como donos do "clube Portugal”. Em França, Itália, ou Brasil, os responsáveis perceberam e agiram até porque, goste-se ou não, o que estava em causa transcendia o futebol, coisa que aliás irrita os bem pensantes. Por mim, "passo bem sem um perdedor". Mesmo ao berlinde.»  

Assim escreveu um dos mais ilustres portugueses contemporâneos.

 

          Agora, pergunto eu, um humilde transmontano nascido entre urzes e carqeijas:

                       Será admissível que num país de pelintras, como o nosso, ganhe mais dinheiro num mês o referido treinador do que o Presidente da República num ano?...

                         Por isso é que aumentam os miseráveis da economia e da ética. Temos de apoiar os ganhadores e pôr de lado os que o Professor João Lobo Antunes classifica com “um suficiente pequeno menos”.

                              Artur Monteiro do Couto

 

  



publicado por belezaserrana às 22:57
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Segunda-feira, 12 de Julho de 2010
ABANDONEM-SE AS PESSOAS; SALVEM-SE OS MEXILHÕES DE BOTICAS

NA sequência de uma exposição de 10 de Maio do ano 2000, enviámos  à PT-TMN mais um abaixo assinado pela população:

                SAPIÃOS (BOTICAS), 26 de AGOSTO 2007

 

 O assunto que vamos expor parecerá ridículo para qualquer cidadão deste Mundo Global de que dizem, também nós cidadãos transmontanos do Barroso, e talvez Galegos, fazemos parte.

 

                Trata-se do seguinte:

- Há anos que os residentes, visitantes, analfabetos e letrados, nos queixamos da má qualidade de serviços prestados pela Portugal Telecom à aldeia mais progressiva do concelho de Boticas – SAPIÃOS. Os canais de Televisão, excepto a TVI, chegam até nós com má qualidade, apesar do emissor do Leiranco estar situado no nosso termo.

Quanto aos telemóveis, o sinal da TMN é o pior. Apesar da sede do concelho ter um sinal satisfatório, montaram uma antena orientada para a Câmara Municipal e o centro da vila excluindo a nossa aldeia. Isto é facilmente comprovado. Basta que os técnicos que respeitem os direitos de todos os cidadãos se desloquem à sede da Junta de Freguesia – centro da aldeia - e que tentem falar para a Administração em Lisboa. Com telemóveis de mercado, vendidos pela TMN, não falarão certamente.

Para nós, consideramos ridículo gastar milhões de euros em publicidade à procura de novos clientes e muitos de nós e dos nossos familiares espalhados pelo Mundo

estarmos impossibilitados de comunicar utilizando os serviços da maior Empresa ,protegida pelo Estado. É que nem telemóveis nem Internet, podemos utilizar, quando, com um pouco mais de atenção dos serviços técnicos, tudo se poderia resolver, possivelmente, sem custos significativos.

 

               Esperando que Vossas Excelências não contribuam mais para a desertificação das pobres terras e humildes gentes do mundo rural, como aquele em que nós vivemos, ou estamos a passar férias, desde já agradecemos a atenção que nos venham a dispensar.

 

                 Subscrevemo-nos atenciosamente, sempre disponíveis para defender causas justas.

                        Lista de subscritores

      Primeiro subscritor: Artur Monteiro do Couto – Telem. 96 2655207 – Lisboa.

       

« Passaram os dias, passaram os anos…» e continua tudo na mesma, em 12 de Julho 2010.

      Ver   http://www.tmn.pt      procurar cobertura de banda larga / telemóveis , indicando: distrito de Vila Real – concelho de Boticas – Freguesia de Sapiãos.    ( Resposta: «Actualmente não existe cobertura banda larga tmn na zona indicada»

       …E anda o pessoal dirigente preocupado em salvar os mexilhões e outras coisas mais no género, e a gastar milhões de  €uros em coisas de interesse discutível, e não se tem o mínimo de respeito pelas pessoas do interior que vivem entre montanhas.

 

     Não será oportuna a pergunta: Portugal do interior seria mais bem servido com a (PT – TMN) ou

 com a espanhola  TELEFÓNICA?

                                E qual seria a resposta dos cidadãos marginalizados do interior de Portugal?

 

 



publicado por belezaserrana às 12:56
link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 9 de Julho de 2010
FÉRIAS EM LISBOA.RIQUEZA CULTURAL, HISTÓRICA E PAISAGÍSTICA

                CONJUNTO TERREIRO DO PAÇO CASTELO DE S. JORGE

 

           Reparem na beleza deste conjunto com o rio Tejo a seus pés.

           Esta é a grande sala de visitas da cidade Capital de Portugal. Por aqui passaram as glórias deste País, aquele que deu novos Mundos ao Mundo. Venha visitá-lo e será recebido com um sorriso dos seus habitantes e a alegria de uma população que ama as festas e o bem-estar de quem nos visita.

           As férias são baratas se souber escolher, aconselhando-se nos postos de Turismo.

Comece por visitar Lisboa e admirar a beleza dos seus monumentos ao ar livre.

  

     ARCO TRIUNFAL DA RUA AUGUSTA, EM HOMENAGEM AOS FEITOS ILUSTRES DOS ANTEPASSAPOS que honraram a História de PORTUGAL.

                             Artur Monteiro do Couto



publicado por belezaserrana às 12:50
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Domingo, 4 de Julho de 2010
O RIDÍCULO NÃO MATA.

       «O RIDÍCULO NÃO MATA. MAS CUSTA IMENSO TEMPO E

         DINHEIRO.»

 

         O jornal EXPRESSO de 26 de Junho de 2010, na página 5 do Caderno de Economia, trazia um comentário relacionado com a suspensão da Barragem no Rio Beça, do concelho de Boticas, bem digno de ser conhecido por todos os portugueses:

        Ora vejamos: « LONGA VIDA AO MEXILHÃO DO RIO!

O Ministério do Ambiente chumbou a construção da barragem de Padroselos no Alto Tâmega. Motivo:descoberta de que ali vive uma espécie em vias de extinção, conhecida por mexilhão do rio. Não sei o que mais admirar: se o Ministério do Ambiente que nunca tinha dado por que no Alto Tâmega se desenrolava este drama; se a Iberdrola, que ao investir ali, alertou para a tragédia; se o próprio mexilhão, que mesmo à beira da morte, conseguiu fazer ouvir a sua voz desesperada.

      Interroga-se o leitor: mas que importância transcendente tem o mexilhão do rio para Portugal? Não se sabe. Mas o certo é que a Iberdrola, que já pagou € 303 milhões ao Estado português pela construção de quatro barragens no Alto Tâmega, ou constrói esta noutro local ou redistribui a potência das outras quatro por apenas três.

           Isto, claro, se nas margens das outras não se descobrir uma raríssima pulga da areia está em vias de extinção…

          Decididamente, o ridículo não mata. Mas custa imenso tempo e dinheiro.

                                  Nicolau Santos» -Director-Adjunto do EXPRESSO

 

          Leia com atenção estas considerações feitas por um grande economista e busque nas entrelinhas porque muito boa gente está calada, sobre uma decisão ridícula.

          Qualquer dia, envenenam os mexilhões, se é que lá existem e nem mexilhões nem barragem. É que eu, tinha talvez, uma dúzia de anos, apercebi-me, vendo, que um homem envenenava os peixes no rio Beça…Fiquei triste com o que vi, mas fui apanhado de surpresa e nada pude fazer. Agora, digo bem alto que, segundo ouço nas férias, há quem cace clandestinamente de dia e de noite e ninguém pune ninguém…  Tudo isto me parece muito estranho, excepto a posição dos ecologistas.

 

 



publicado por belezaserrana às 22:28
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Quinta-feira, 1 de Julho de 2010
AS FESTAS SAEM À RUA DE NORTE A SUL DE PORTUGAL.

 ESTES GRANDES ARTISTAS DO NORTE DE PORTUGAL APAGAM AS TRISTEZAS

 

       NO mês de Julho, as festas continuam por todo o país. O Povo participa com alegria, com base na filosofia: « Tristezas não pagam dívidas…» e o povo pobre e humilde é o que menos dívidas tem para pagar. Foi educado a gastar só o que pode… e é esta gente que menos consome comprimidos para dormir. A felicidade habita com eles e exteriorizam-na com danças e cantares regionais; nas cidades, nas aldeias, nas festas e arraiais.

Se vive com “stress”nas cidades, vá passar férias com os populares que lhes dão alegria e simpatia sem lhes pedir nada em troca.

  

               O folclore minhoto é o mais vistoso e rico de Portugal

 

 Os minhotos são os maiores embaixadores da alegria e das festas em Portugal. As comunidades emigrantes organizam-se dentro e fora de Portugal, vivendo com orgulho e emoção os seus valores culturais herdados de gerações distantes. Na Região de Lisboa, em Newark, em França, etc., as Casas Regionais são verdadeiros centros de Cultura e de amizade fraterna e intergeracional.

     Consulte as agendas culturais da sua região preferida. No concelho de Boticas, recomendamos a festa do Senhor do Monte, na freguesia de Pinho,(25 de Julho) e a Senhora da Livração, nos dias 21-22 de Agosto.

       «Tristezas não pagam dívidas»: cante e dance; não se lastime. Evite situações que o aborreçam.

                                    Artur Monteiro do Couto

  



publicado por belezaserrana às 11:19
link do post | comentar | favorito
|

Sapiãos (Boticas)
subscrever feeds
pesquisar
 
Vida Rural em Sapiãos
Do namoro ao casamento

Aspectos da vida rural
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

SUBA AS MONTANHAS E VOLTE...

CHAVES RECEBEU EM FESTA A...

OUTONO CHEGOU FARTO, CHUV...

TERMAS DE CHAVES A GALIN...

MENSAGEM DOS QUE PEDEM PA...

O MEL TUTI_FLORES DÁ SAÚD...

HISTÓRIA DA ALDEIA ONDE ...

AS FLORES NÃO ENCOBRIRAM ...

HISTÓRIA DE CHAVES CONTAD...

ENTRE OS PORTUGUESES TRAI...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
Sapiãos no mapa

Ver mapa maior
subscrever feeds
blogs SAPO