belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes
Quarta-feira, 21 de Dezembro de 2011
RAINHA AVÓ DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

 

  HOMENAGEADA NO PALÁCIO NACIONAL DE QUELUZ (SÉC.XVIII).PORTUGAL

 

 A RAINHA cognominada de PIEDOSA exerceu um magistério exemplar. 

 

        Filha do rei D. José I, após a  morte deste, iniciou o seu reinado em 1777. Alguns anos depois, por motivos de doença, a partir de 1791, as suas funções foram exercidas pelo seu filho D. João. Faleceu no dia 20 de Março de 1816 NO RIO DE JANEIRO (BRASIL).

     Recordemos algumas circunstâncias históricas da “IRMANDADE LUSO-BRASILEIRA”:

 

     Portugal conheceu e cultivou essa grande, rica e Formosíssima Terra de Vera Cruz, a partir do século XV, mais tarde baptizada com o doce nome de Brasil. A beleza do nome, corresponde à beleza desse grande País onde cabe quase toda a Europa. Oito milhões de quilómetros quadrados encerram muito ouro, diamantes, muita prata, imponentes florestas, praias sem fim, muita gente, muitas culturas, muita música, danças rítmicas, revelam esse paraíso sempre em festa. Há tudo, de tudo, e para todos os gostos. Só visto se pode chegar aonde a imaginação não consegue penetrar.

 

       Destacamos dois percursos fundamentais para o sucesso:

                   

    O primeiro foi o “Achamento”- “Descobrimento” pelos navegadores

       portugueses comandados por Pedro Álvares Cabral em 1500.

    O segundo foi a deslocação forçada da Família Real Portuguesa,

em 1807, aquando da primeira invasão francesa de 30.000 homens, ordenada por Napoleão,  comandada pelo general Junot.

 

                    Nesta segunda fase, o Brasil saltou para a glória dos grandes do mundo. Atingiu a sua maioridade pela coragem e força moral do “Neto”,(D.Pedro), daquela que foi rainha e que no momento certo soube desobedecer ao Pai-Rei do “Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarve” – D. João VI, proclamando a Independência do Brasil contra todas ameaças morais, físicas e políticas. A todos respondeu em Setembro de 1822:

       -A decisão está tomada e é definitiva. Desde então deixou de ser colónia para ser uma Pátria livre e independente, reconhecida oficialmente em 15 de Novembro de 1825, pelo Rei de Portugal D. João VI.

 

     - Se D. João V soube aproveitar em benefício de Portugal as riquezas auríferas das Minas situadas no actual Estado de Minas Gerais, mandando construir monumentos artísticos de excelência e Academias de Letras e Ciências, a evolução das Terras e das Gentes Brasileiras não foram descuradas, muito tendo contribuído para a sua cultura  talentos brilhantes como o dos Padres Manuel Bernardes, António Vieira,(séculos XVI-XVII) Escultores, Pintores e Douradores  de Braga e de outras regiões da Pátria-Mãe. Esta colaboração está bem patente tanto em Portugal como no Brasil da época e no respeito que pouco a pouco se foi impondo na defesa dos Índios, tornados livres no reinado de D. José I., pai da rainha D. Maria I.

     - A História Luso-Brasileira é tão rica e apaixonante nos seus valores e contrastes que encanta relê-la. Omitimos, propositadamente, alguns pormenores para evitar confusão de nomenclatura. Recomendamos a leitura da HISTÓRIA CONCISA DE PORTUGAL, do Professor José Hermano Saraiva, ex- Embaixador de Portugal no Brasil; - Publicações Europa-América.

       Aos meus familiares, amigos e a todos os Portugueses e Brasileiros,

desejamos um novo ano de franco progresso económico, de saúde e Felicidade.

                      

                               Artur Monteiro do Couto

                                   arturcouto@clix.pt

 



publicado por belezaserrana às 19:31
link do post | comentar | favorito
|

Sapiãos (Boticas)
subscrever feeds
pesquisar
 
Vida Rural em Sapiãos
Do namoro ao casamento

Aspectos da vida rural
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

SUBA AS MONTANHAS E VOLTE...

CHAVES RECEBEU EM FESTA A...

OUTONO CHEGOU FARTO, CHUV...

TERMAS DE CHAVES A GALIN...

MENSAGEM DOS QUE PEDEM PA...

O MEL TUTI_FLORES DÁ SAÚD...

HISTÓRIA DA ALDEIA ONDE ...

AS FLORES NÃO ENCOBRIRAM ...

HISTÓRIA DE CHAVES CONTAD...

ENTRE OS PORTUGUESES TRAI...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
Sapiãos no mapa

Ver mapa maior
subscrever feeds
blogs SAPO