belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes
Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2012
A AGRICULTURA E A SAÌDA DA CRISE PARA SEMPRE.EM PORTUGAL.

 

 

        EMIGRANTES OBRIGADOS A TRABALHAR EM TERRA ALHEIA.

     

Conselhos do prémio Nobel de Economia 2008, em 27 de Fevereiro de 2012,em Lisboa:

O economista Paul Krugman defendeu esta segunda-feira que Portugal precisa de cortar salários 20 a 30% face à Alemanha, que serve de referência na Zona Euro…

«Não é uma coisa boa, mas é inevitável», disse numa conferência de imprensa que antecedeu a cerimónia de outorga da insígnia de Doutor honoris causa pelas Universidades de Lisboa, Técnica de Lisboa e Nova de Lisboa, acrescentando que «infelizmente, Portugal tem um défice comercial elevado».
Krugman apontou o dedo aos governos irresponsáveis que Portugal teve.  

 

   -   Questionado porque é que tomava a Alemanha como referência, uma vez que esse não é um dos concorrentes diretos de Portugal no mercado internacional, o Nobel da Economia de 2008 defendeu que a referência deve ser o «núcleo da Zona Euro» e não a China.

«Portugal não precisa de baixar os salários para o nível dos chineses», afirmou.

 

 - Como compreender a calendarização de greves para exigir condições de trabalho e remunerações, exactamente opostas às aconselhadas por um Professor competente e independente do poder político que governa os países?...

    - É difícil de entender, a não ser pelas reivindicações políticas de alguns partidos que põem os seus interesses pessoais acima dos interesses nacionais.

   - Não seria melhor ajudar a introduzir mudanças que respeitassem os direitos dos trabalhadores e dos patrões, ou, até, seguir o exemplo daqueles jovens licenciados que, desiludidos com a burocracia e angústia vivida nas cidades, preferem regressar às origens, utilizando novos métodos para trabalhar as boas propriedades que lhes recompensem o seu trabalho e a sua paixão marcada com o  “sal da terra” : os calos e as bolhas das suas  mãos” do que acrescentar a miséria à revolta?

 

       Realçamos as” boas terras, a abundância da água” para as regar quando for preciso.

- É evidente que não estou a pensar na agricultura do meu concelho, terra desertificada pela emigração.

   Pouca gente se preocupou com os recursos hídricos, em criar condições para regar os campos no Verão e em tempo de seca. O resultado é o que estamos a ver. Pouco a pouco as árvores foram sendo queimadas nos baldios e nas propriedades privadas. Escaparam os benefícios de alguns, poucos, servidores do Estado. E neste Blogue temos mostrado e demonstrado as razões deste desabafo. Em 25 de Agosto de 1963, no tempo dos fascistas, foi inaugurado o primeiro grande tanque destinado a regar as terras de regadio, com a presença do Ministro das Obras Públicas, Engº Eduardo Arantes de Oliveira.

 Fomos pioneiros no concelho a fundar uma Associação de Regantes... dispostos a custear as despesas. Graças ao 25 de Abril, ficámos isentos de qualquer pagamento, mas as obras ficaram por ali; e não temos conhecimento de mais nenhuma iniciativa no género, a não ser no vale de Chaves. Esbanjaram-se subsídios, arderam ou secaram os castanheiros e a ninguém foi pedida qualquer responsabilidade. É este o estado da nação dos agricultores barrosões. E, nestas circunstâncias, não recomendo aos meus conterrâneos que regressem para trabalhar as suas terras para viverem na miséria. Voltar, sim, para passar as férias e mais tarde, com os cheques das reformas vindas da França, da Suíça, da Alemanha, das Américas e de outras paragens, acautelando as contas mal paradas depositadas nalguns Bancos, em Portugal, ou a sobrecarga permanente de impostos e abaixamento dos juros.

 E, por hoje, ficamos por aqui.

  Leia mais pormenores em «PATRIMÓNIO HISTÓRICO de uma ALDEIA TRANSMONTANA  “ SAPIÃOS” –páginas 88 e seguintes. Bibliotecas da Universidade de Lisboa (cota hg44851v) e Coimbra.

                 Artur Monteiro do Couto



publicado por belezaserrana às 14:24
link do post | comentar | favorito
|

Sapiãos (Boticas)
subscrever feeds
pesquisar
 
Vida Rural em Sapiãos
Do namoro ao casamento

Aspectos da vida rural
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

SUBA AS MONTANHAS E VOLTE...

CHAVES RECEBEU EM FESTA A...

OUTONO CHEGOU FARTO, CHUV...

TERMAS DE CHAVES A GALIN...

MENSAGEM DOS QUE PEDEM PA...

O MEL TUTI_FLORES DÁ SAÚD...

HISTÓRIA DA ALDEIA ONDE ...

AS FLORES NÃO ENCOBRIRAM ...

HISTÓRIA DE CHAVES CONTAD...

ENTRE OS PORTUGUESES TRAI...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
Sapiãos no mapa

Ver mapa maior
subscrever feeds
blogs SAPO