belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes
Segunda-feira, 3 de Dezembro de 2012
OUÇA AS VOZES DAS SUAS BELAS PAISAGENS

 

  

 VOZES DAS PAISAGENS CANTAM O QUE HÀ DE MAIS BELO À NOSSA PORTA.

                       APRENDA A OUVI-LAS E A INTERPRETÁ-LAS.

 

       NA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA, o Instituto de Estudos de Literatura Tradicional da Faculdade de Ciêncioas Sociais e Humanas promoveu uma verdadeira orquestra vocal de especialistas da escrita que deram voz às paisagens transmontanas onde se inspiraram para nos contar e cantar as belezas paisagísticas que os transportaram da terra até à mística do “Paraíso”.

       Foram eles: os Doutores: António Pires Cabral, Bento da Cruz e Manuel Vaz de Carvalho.

 No anfiteatro, perante assistentes e intervenientes, foram lidos textos destes autores, introduzidos por imagens dos locais referidos. Iniciativa, a todos os títulos, louvável para a Escola, para os participantes e para o muito que reflexões como esta podem introduzir de mais-valia na promoção do turismo em Portugal.

 

       Um dos participantes lembrou a edição de uma recolha de “Diários” de Miguel Torga, feita pelos Drs. Laureano Gonçalves e João Barroso da Fonte, ambos transmontanos, recolha essa que foi editada pelos Municípios de Boticas e Montalegre.  

   Ouçamos uma das vozes das paisagens barrosãs:

   MIGUEL TORGA:

 

diário de 26 de Outubro de 1942:

DEVO ÀS PAISAGENS AS POUCAS ALEGRIAS QUE TIVENO MUNDO                                                                               

no seu diário de 17 de Junho de 1956 :

« A doença tem-me dado muitas horas amargas, mas devo-lhe também uma intimidade com a pátria de que poucos portugueses se podem orgulhar. Obrigado a procurar a esperança em cada fonte, passo a vida de terra em terra, com as tripas na mão. E até a este Barroso vim parar! O problema, agora, é estar à altura das alturas onde me encontro.»

 

E em 25 de Junho de 1956, em Carvalhelhos, escreveu:

 

« Olho a serra. E diante desta natureza sem disfarces, aberta para todos os horizontes, sinto como que uma centrifugação do espírito. Ando e parece que voo; tento localizar-me, e perco-me na indeterminação. Uma espécie de nomadismo da alma descentra-me e liberta-me das amarras mesquinhas da vida compartimentada.»

 3 de Agosto de 1959:

 

         «Gosto de rever certas paisagens, ainda mais do que reler certos livros. São belas como eles, e nunca envelhecem.»

 

 As correntes modernas do turismo já não vão atrás de propostas de aumento de colesterol e da tensão arterial. Preferem as belezas naturais e o ar puro da montanha... O comer e o dormir vêm por acréscimo.

 

       A Entidade Regional de Turismo do Douro parece ter ouvido os comentários feitos na Universidade Nova de Lisboa, inclusive, os das duas Professoras da UTAD que se deslocaram propositadamente a Lisboa.

       Soubemos agora, pelo jornal «A VOZ de TRÁS-OS-MONTES” de 29 de Novembro 2012, que o IPDT, vai promover as melhores quintas e miradouros do Douro. Segundo o presidente da Turismo DOURO, Dr. António Martinho «Esta brochura irá orientar o turista para conhecer os locais de excelência panorâmicos do Douro e ao mesmo tempo contactar com as quintas mais conhecidas da região»

 

       Esperemos que os Autarcas do Alto Tâmega e Barroso sigam o exemplo da Entidade Regional do Douro e saibam   traduzir, na prática, as vozes das paisagens da nossa Região: jornalistas e escritores de méritos reconhecidos. Não precisamos de grandes somas para colocar umas pedras nos principais miradouros, para evitar quedas dos visitantes. Não podemos pensar em luxuosas casas de banho, porque, infelizmente, com a selvajaria que anda por aí, destruirão tudo no próprio dia da inauguração. Basta uma coisa barata, forte e feia; a beleza está nas paisagens ao alcance do olhar.

                     Artur Monteiro do Couto



publicado por belezaserrana às 20:57
link do post | comentar | favorito
|

Sapiãos (Boticas)
subscrever feeds
pesquisar
 
Vida Rural em Sapiãos
Do namoro ao casamento

Aspectos da vida rural
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

SUBA AS MONTANHAS E VOLTE...

CHAVES RECEBEU EM FESTA A...

OUTONO CHEGOU FARTO, CHUV...

TERMAS DE CHAVES A GALIN...

MENSAGEM DOS QUE PEDEM PA...

O MEL TUTI_FLORES DÁ SAÚD...

HISTÓRIA DA ALDEIA ONDE ...

AS FLORES NÃO ENCOBRIRAM ...

HISTÓRIA DE CHAVES CONTAD...

ENTRE OS PORTUGUESES TRAI...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
Sapiãos no mapa

Ver mapa maior
subscrever feeds
blogs SAPO