belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes
Segunda-feira, 22 de Abril de 2013
OURO VERDADEIRO OU FALSO?

 

  «Quem espera por sapatos de defunto anda toda a vida descalço».

  É assim que o Povo analisa as promessas na sua sabedoria secular.

          Ou «Quando a esmola é grande, o povo desconfia».

 

       POÇO DAS MINAS DE OURO ROMANAS EM PORTUGAL

 

  Vem isto a propósito das sucessivas promessas que se têm feito sobre a possível exploração das antigas Minas de Ouro romanas do Poço das Freitas localizadas no Vale do rio Terva, (Boticas-CHAVES)  com o beneplácito da Direcção Geral de Energia e Geologia e com a visita ao local pelo Secretário de Estado, Artur Trindade. Foi dito que o valor estimado do ouro ali enterrado que é de2,5 mil milhões de euros.

       - Simultaneamente, surge a Universidade do Minho interessada em estudar o “Parque Arqueológico do Vale do Terva que se estende por uma área de 58km2, envolvendo cinco aldeias: Ardãos, Bobadela, Nogueira, Sapelos e Sapiãos, com uma população actual a rondar os 2.300 habitantes.

      Tenho todas as razões para não acreditar, com a população local, nestas esperanças vãs, porque de «falsas promessas está o inferno cheio». Se têm sido desprezadas coisas fáceis e baratas, vai agora o Governo mendigo e empresas falidas investir no hipotético?

     - No que me diz respeito, como cidadão que sempre defendi os interesses dos meus vizinhos e amigos sem nada receber em troca, a viver numa das duas cidades da Europa melhor classificada pelos turistas, sempre defendi o Rio Terva, açudes no referido rio que permitissem o “lazer”, regas dos campos envolventes, e “postos de abastecimento para “Bombeiros e helicópteros.” Tudo isto foi desprezado e foram-se gastar avultadas somas no Parque da Itineris em Carvalhelhos, abandonado e arruinado menos de um ano depois.

E ironia do destino, logo a seguir fechou a Estalagem de Carvalhelhos.

      Entretanto, foi posto de lado o projecto da Serra do Leiranco, o verdadeiro suporte do Vale do Terva, e posto de vigia do Alto Tâmega. Estas obras por mim defendidas são todas baratas e não dão  grandes despesas nem grandes lucros a quem as fizer ou promover. Mas podem dar muito bons resultados turísticos e agrícolas imediatos a quem lá vive ou queira gozar momentos de prazer saudáveis. Chaves mora ali ao lado e acorda com as imagens saídas do contraforte do Leiranco que tem o suposto ouro a seus pés.

    Contentamo-nos com pouco; “valem mais “cinco” na mão do que “dez” a voar.

   Preferimos a valorização da fauna e da flora 487 e dos recursos ao alcance das populações, que as têm feito sobreviver.

   «Promessas não pagam dívidas». Aproximam-se eleições... não queiram vender mais ilusões.

         Ouçam mais os Presidentes das Juntas das Freguesias.

                        Artur Monteiro do Couto



publicado por belezaserrana às 14:31
link do post | comentar | favorito
|

Sapiãos (Boticas)
subscrever feeds
pesquisar
 
Vida Rural em Sapiãos
Do namoro ao casamento

Aspectos da vida rural
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

SUBA AS MONTANHAS E VOLTE...

CHAVES RECEBEU EM FESTA A...

OUTONO CHEGOU FARTO, CHUV...

TERMAS DE CHAVES A GALIN...

MENSAGEM DOS QUE PEDEM PA...

O MEL TUTI_FLORES DÁ SAÚD...

HISTÓRIA DA ALDEIA ONDE ...

AS FLORES NÃO ENCOBRIRAM ...

HISTÓRIA DE CHAVES CONTAD...

ENTRE OS PORTUGUESES TRAI...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
Sapiãos no mapa

Ver mapa maior
subscrever feeds
blogs SAPO