belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes
Sexta-feira, 27 de Março de 2009
O PÃO DE CENTEIO PREVINE OS ENFARTES

 

 

                   

                Modelo de um moinho português -"Jorge Miranda", naFIL-Lisboa-2008

 

         O pão de centeio contribui, mais do que os frutos e legumes, para evitar um enfarte, graças ao seu forte teor em fibras, segundo um estudo finlando-americano publicado na revista « Circulation »., editada em Portugal com o nome de ( Circulação ),sob licença dos editores americanos.
         Ao consumirem três fatias de pão centeio por dia, além da sua alimentação habitual, as pessoas idosas que participaram no estudo reduziram em 17% o seu risco de mortalidade por enfarte, segundo os autores do estudo realizado no Instituto Nacional finlandês da Saúde Pública, em Helsínquia, com a participação de investigadores da Universidade de Harvard e do National Cancer Institute Norte Americano.
         « Todos os tipos de fibras são bons para o coração, mas o centeio é um cereal-milagre», diz Pirjo Pietinem, um responsável do Instituto Nacional finlandês da Saúde Pública. Além disso, as fibras são essenciais para o bom funcionamento do sistema digestivo. Os finlandeses consomem mais um terço de pão de centeio do que os norte-americanos e a American Heart Association recomenda um aumento do consumo diário ao nível dos finlandeses.
          Fica assim demonstrado, cientificamente, que o centeio deve fazer parte integrante de uma alimentação saudável e que de modo algum deve ser substituído por outros tipos de pão, como tem acontecido, ultimamente, na nossa região do Alto Tâmega e Barroso, porque o pão de centeio foi o alimento base de muitas gerações que, ainda hoje, atingem os 80 anos de vida sem recorrerem a medicamentos. Talvez por isso, e por razões históricas, é que assistimos a uma grande preocupação de não deixar perder os moinhos tradicionais para que a gente mais jovem os utilize em proveito próprio nos mais variados aspectos.
 
         Vamos contar-lhes uma história de há cerca de 50 anos:
 - Na aldeia de Ervões, do concelho de Valpaços, vivia o menino Armandinho, filho da professora da Terra e de um comerciante abastado. Na aldeia, três ou quatro famílias com mais haveres, começaram a comer o branquinho pão de trigo e a pôr de lado o escuro, fibroso e tradicional pão de centeio, semeado, ceifado, malhado, moído, amassado, fermentado e cozido no forno comunitário da freguesia. Alguns dos habitantes começaram a criticar o Pároco da aldeia por ser considerado rico e continuar a comer o pão escuro, - o dos pobres.
Com frequência, o menino Armandinho ia lá visitá-lo e sempre que o padre estava a merendar começava por dizer: «trata-te Dias se queres viver mais uns anos…». O miúdo, intrigado por ouvir sempre a mesma cantiga, pergunta-lhe: ó senhor abade, porque repete isto tantas vezes?
   - Responde-lhe o abade Dias: digo isto porque me criticam por não comer o pão branco dos ricos mas eu prefiro comer o dos pobres porque é muito mais saudável e todo o organismo funciona melhor, por isso, o que me preocupa é ter saúde e não a crítica de quem me chama avarento…
- Quem teria razão? Responderam as investigações dos cientistas.
       Terminamos com esta história que me foi contada à hora do almoço do dia 26 de Março do ano 2009, pelo agora Dr. Armando Jorge, em Lisboa.
       Também eu fui criado a comer o pão centeio na aldeia de Sapiãos, Boticas – Trás-os-Montes, e continuo a preferir o pão com o farelo que, noutros tempos se dava aos porcos, do que o "aguento" e fofinho pão de trigo.
Agora, umas aspirantes à elegância, outras, para a manterem, chamam-lhe, impropriamente, o pão integral e é esse que preferem saborear e fazer transformar no seu aparelho digestivo, viajando para o circuito do sangue. (Circulation). Bom proveito.
                                      Artur Monteiro do Couto
 

 



publicado por belezaserrana às 19:33
link do post | comentar | favorito

3 comentários:
De mgraça a 1 de Abril de 2009 às 12:29
Olá!-É totalmente verdade isto do pão de centeio e do tal farelo . Realmente não havia tanta gente com excesso de peso, claro que o sangue se encontraria também mais diluído , por este ser à base de fibras e nada de enfartes.O sr.Abade é que tinha razão.Eu também prefiro pão escuro.Na minha casa cozia-se o pão às broas, de centeio.
Respeitosamente


De andrea a 20 de Março de 2011 às 01:43
Será que voces poderiam me mandar a receita do pao de centeio?Agradeceria de coração,pois desejo eliminar a farinha branca
Agradecendo desde já.
Andrea


De Angelica Costa a 4 de Junho de 2009 às 20:19
Boa Tarde,

Achei muito boa a sua matéria.
Desejo ter a receita do pão de centeio, sem ter os beneficiados misturados como farinha branca.

Grata

Angélica


Comentar post

subscrever feeds
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

SUBA AS MONTANHAS E VOLTE...

CHAVES RECEBEU EM FESTA A...

OUTONO CHEGOU FARTO, CHUV...

TERMAS DE CHAVES A GALIN...

MENSAGEM DOS QUE PEDEM PA...

O MEL TUTI_FLORES DÁ SAÚD...

HISTÓRIA DA ALDEIA ONDE ...

AS FLORES NÃO ENCOBRIRAM ...

HISTÓRIA DE CHAVES CONTAD...

ENTRE OS PORTUGUESES TRAI...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO