belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes
Segunda-feira, 20 de Setembro de 2010
OS BURROS NA CULTURA PORTUGUESA

              

      

                  OS BURROS NA CULTURA PORTUGUESA

 

Esta temática pode ser entendida em sentido literal e sentido figurado, fazendo uns trocadilhos entre a inteligência e acção de alguns humanos menos dotados e os autênticos burros de quatro patas.

 

              Comecemos por alguns provérbios:

 

« Vozes de burros não chegam ao céu».

« Um burro carregado de livros é um doutor»

« Quanto mais lhe puxas pelo rabo mais ele anda para a frente»

« Burro velho não aprende línguas…»

«A burro dado não se olha ao dente...»

«Quem acredita num burro, mais burro é…»

« Aquele está a andar de cavalo para burro…»

« Foste um grande burro, quando acreditaste naquele amigo…»

 

       Pelos serviços prestados ao Homem, ao longo dos tempos, e pelas funções que ainda desempenham na actualidade rural é que se criou em Terras de Miranda  a AEPCA- Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino.

       Na minha aldeia, os burros de quatro patas estão a substituir os bois, no trabalho dos campos, associados aos seus familiares próximos, os cavalos.

       Mas são todos bem tratados e podem sentar-se lado a lado nos bancos do parque.

       Engraçado, que é bastante utilizada a linguagem gestual, como se vê pelas orelhas do animal. Este, de vez em quando, dá uma sessão de cantoria quando se aproximam as burras.

      Pelas lições culturais e por todos os serviços prestados à humanidade, estamos do lado dos que defendem a « Fé nos Burros em Alfândega da Fé» e da AEPCA.

      Quanto aos burros em sentido figurado, devem ser banidos das funções que prejudicam a sociedade dos homens bons e honestos.

                 Os provérbios dão-nos bons ensinamentos.

                                    Artur Monteiro do Couto



publicado por belezaserrana às 22:31
link do post | comentar | favorito

Sapiãos (Boticas)
subscrever feeds
pesquisar
 
Vida Rural em Sapiãos
Do namoro ao casamento

Aspectos da vida rural
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

SUBA AS MONTANHAS E VOLTE...

CHAVES RECEBEU EM FESTA A...

OUTONO CHEGOU FARTO, CHUV...

TERMAS DE CHAVES A GALIN...

MENSAGEM DOS QUE PEDEM PA...

O MEL TUTI_FLORES DÁ SAÚD...

HISTÓRIA DA ALDEIA ONDE ...

AS FLORES NÃO ENCOBRIRAM ...

HISTÓRIA DE CHAVES CONTAD...

ENTRE OS PORTUGUESES TRAI...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
Sapiãos no mapa

Ver mapa maior
subscrever feeds
blogs SAPO