belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes
Sexta-feira, 21 de Dezembro de 2007
O CÉU DA MINHA ALDEIA

 

      Foi este o título que dei a um trabalho que fiz durante as férias, no mês de Agosto 2006.

   Aconselho todos os que lerem esta notícia a fazerem o mesmo e a utilizar o mesmo método.

 - Primeiro, precisamos de uma máquina fotográfica digital e de ter vontade de fazer o trabalho.

 - Depois, quando nos levantarmos de manhãzinha, voltamo-nos para sul a ver o sol a sair detrás das serras. À medida que o astro-rei se vai levantando os olhos vão ficando deslumbrados e automaticamente apetece-nos fotografar toda aquela beleza envolvente. A verdura dos campos vai-se transformando e, de repente, lembramo-nos das narrações bíblicas do paraíso ou o perfume saído dos poemas dos poetas que, como Miguel Torga, cantaram a beleza dos vinhedos do Douro ou a majestade das Serras das Aturas o Barroso e do Gerês.

 - Vamos continuar a observar as sucessões constantes entre noites e dias, ora à luz do sol, ora ao brilho das estrelas e da doçura do luar. E se, entretanto aparecerem umas trovoadas benfazejas, entre raios e coriscos, não tenham medo. Abram-se os guarda-chuvas ou encostem a cabeça às janelas atrás do vidros e o medo vai proporcionar-lhes a seguir, momentos de grande encanto e tranquilidade. É assim que fazem os pintores e os poetas; primeiro impregnam e emprenham todas as suas qualidades artísticas e depois, como fazem as parturientes dos seres humanos, vão eles continuar o mistério da criação  nas suas telas ou nas palavras, sejam elas em prosa ou em verso.

  - Quqndo voltar a casa, no seu computador,  faça acompanhar a beleza das imagens com a suavidade das suas melodias preferidas, grave tudo num CD, utilizando o formato VCD ou SVCD, e veja agora na televisão, utilizando um leitor de CDs que lêem muitos formatos e que são baratos.

    -E assim, terá o Céu da sua aldeia para ver e viver quando quiser. 

Procure no blog       aqimetem.blogs.sapo.pt      de 27 de julho  e já fará uma ideia daquilo que podemos fazer para deleite próprio e apoio às aldeias, por vezes, deconhecidas e rejeitadas

 

         Desejamos Boas-Festas a todos os seres que habitam o nosso Mundo.



publicado por belezaserrana às 18:03
link do post | comentar | favorito

subscrever feeds
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

SUBA AS MONTANHAS E VOLTE...

CHAVES RECEBEU EM FESTA A...

OUTONO CHEGOU FARTO, CHUV...

TERMAS DE CHAVES A GALIN...

MENSAGEM DOS QUE PEDEM PA...

O MEL TUTI_FLORES DÁ SAÚD...

HISTÓRIA DA ALDEIA ONDE ...

AS FLORES NÃO ENCOBRIRAM ...

HISTÓRIA DE CHAVES CONTAD...

ENTRE OS PORTUGUESES TRAI...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO