belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes

Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009
DE MOLEIRO EM PORTUGAL A BANQUEIRO em NEWARK

 

 

 PRESIDENTE DO LUSITANIA BANK dos ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA
                    ( NA SALA DE INFORMÁTICA da BIBLIOTECA DE BOTICAS EM AGOSTO 2009)
 
Por entre serranias deslizam as águas das chuvas e das nascentes com velocidades ultra-rápidas, variando conforme os declives dos leitos e a intensidade das águas pluviais.
   A energia hídrica assim produzida foi aproveitada pelos montanheses que tinham necessidade de transformar os cereais em farinha para se alimentarem a si próprios, aos vizinhos e aos animais.
Assim nasceram os moinhos movidos a água na era pré-industrial, e ainda hoje encontramos muitos deles recuperados e bem conservados, em locais bucólicos onde o som estridente do rodízio e das mós se mistura com o cantar das águas que vão deslizando ribeiro abaixo entre montes e vales em direcção ao Atlântico. Conservamos na memória esta vivência idílica da juventude junto desses verdadeiros testemunhos da inteligência e da criatividade dos ilustres cidadãos anónimos que contribuíram decisivamente para serem copiados pela engenharia moderna.
      Hoje, todavia, não é de moinhos de vento, de água ou de marés que queremos falar. Queremos, sim, referir um jovem moleiro, filho de moleiro, que aos 18 anos, com o exame da antiga quarta classe feito na escola primária local, mais a frequência lá na terra de um curso de formação agrícola e a leitura de alguns livros da biblioteca itinerante da Fundação Gulbenkian, trocou a alvura da farinha e do burro, seu parceiro de viagens, pelo sonho de conhecer novos mundos e alterar o seu “modus vivendi”, onde o burro fosse substituído pelo automóvel e a maquia dos clientes pelos dólares.
      Efectivamente, o sonho comandou-lhe a vida. No outro lado do Atlântico, em NEWARK, trabalhou, estudou, e manteve o espírito de solidariedade transmontana. Com uns amigos seus comprovincianos, fundou uma Mútua para apoiarem os mais carenciados. E este espírito de solidariedade foi altamente recompensado. Sem o saberem, estavam a lançar as bases de um Banco, que obtido o Alvará, baptizaram com um nome bem português: “ LUSITANIA SAVINGS BANK fbs “. E deste modo, o jovem iniciado na molinagem (moinhos), graças à sua capacidade de trabalho e inteligência passou de “ Moleiro”em perspectiva, para “Banqueiro”, sendo o seu Banco, e o dos seus associados, Senhor de um estatuto igual ao dos maiores Bancos portugueses. E o rapaz, Augusto Gomes, que deixou Boticas aos dezoito anos é o seu Presidente, sempre escolhido pelos seus pares para o exercício dessas funções.
      Ao falarmos deste caso, queremos que ele sirva de exemplo para os nossos jovens se não deixarem abater por situações que parecem conduzir ao insucesso. «Querer é poder» quando verdadeiramente se quer uma vida melhor construída com trabalho realizado com inteligência, humildade, poupança e investimento nos projectos em que se acredita.
  Querem tirar a prova dos nove ao que acabo de citar?
   - Consultem o site: www.lusitaniabank.com         
  e verão que não estive aqui a vender gato por lebre.
     Aos muitos milhares de jovens licenciados, que estão no desemprego, deixamos esta esperança de dias melhores.
     Aos milhões de emigrantes portugueses que vivem e trabalham por esse mundo além, mandamos um abraço de estima, solidariedade e o desejo de que os seus sonhos sejam realizados.
                                   Artur Monteiro do Couto


publicado por belezaserrana às 23:06
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

subscrever feeds
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

DE MOLEIRO EM PORTUGAL A...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO