belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes

Terça-feira, 23 de Fevereiro de 2010
NOTÍCIAS DE PORTUGAL - FEVEREIRO 2010

                                   

     

 

   NOTÍCIAS DE PORTUGAL – FEVEREIRO 2010
                 1- PALAVRAS LEVA-AS O VENTO E DE BOAS INTENÇÔES ESTÁ O INFERNO CHEIO.
    O que parecia trazer riqueza e beleza ao Alto Tâmega e Barroso com as novas barragens feitas nos concelhos de Chaves, Vila Pouca de Aguiar, Ribeira de Pena, Boticas e Cabeceiras de Basto, está a ser um pesadelo, sobretudo para a autarquia de Vila Pouca de Aguiar que vê os seus domínios directamente afectados por três das barragens, com a hipótese de desaparecerem duas povoações inteiras, com os seus terrenos agrícolas inundados, praticamente, a cem por cento.
       A protecção dos lobos ibéricos do ALVÃO,  por um lado, e a dos mexilhões do Rio Beça, por outro, estão a levantar preocupações aos ambientalistas.
     Acontece ainda que a Associação de Municípios do Alto Tâmega, que representa os Municípios de Boticas, Chaves, Montalegre, Ribeira de Pena, Valpaços e Vila Pouca de Aguiar, pediu ao Governo que criasse um plano de investimento para esta região  dos 340 milhões de euros que o Governo recebeu da empresa espanhola IBERDROLA, a quem foi adjudicada a construção das quatro barragens. Esta exigência nem sequer mereceu resposta GOVERNO.
    Esperemos que aos pobres se lhesnão tire o pouco que têm e que os investimentos previstos não dependam de lobos e uma dúzia de mexilhões que nada têm feito pelos transmontanos a não ser comer-lhes as ovelhas, cabras, etc., embora compreendamos as preocupações dos técnicos do Grupo Lobo, de Vila Real; e se, alguns curiosos ou gulosos, tentarem apanhar os “não comestíveis mexilhões e comê-los, arriscarem-se a partir antes do tempo para outro mundo…
      2-OS POBRES, CADA VEZ MAIS POBRES. E OS RICOS, CADA VEZ MAIS RICOS.
    - O PIDDAC 2010 (Programa de Investimentos, Despesas e Desenvolvimento da Administração Central)beneficiou as regiões mais ricas e populosas em desfavor dos pobretainas mais próximos de Espanha. O corte no investimento para o distrito de Lisboa foi apenas de 18.2 por cento, quando todos os outros distritos têm no mínimo 50 por cento de redução: Bragança, Beja, Portalegre, Vila Real e Viseu.
O concelho de Boticas, pelo quarto ano consecutivo não recebe um cêntimo em PIDDAC. Parece-me que as rosas têm alergia às laranjas…
Plano de Actividades e Orçamento de 2010 da CIMDOURO aprovados por unanimidade e aclamação. Mais um milhão de euros, vindos sobretudo do QREN. Ao abrigo do Programa Territorial de Desenvolvimento do Douro, até 2013, virão mais 119 milhões. Por aqui, não há sinais de desilusão. E ficamos contentes e solidários com quem sabe aproveitar os recursos que tem.
         O Douro é uma referência de beleza paisagística e vinícola em qualquer parte do mundo. Nesta época, visite as Amendoeiras em flor.
 
             3- REMESSAS DOS EMIGRANTES
A partir de 1963, foram os emigrantes, com as suas remessas de divisas, que safaram a economia portuguesa. Agora, que os juros baixaram, alguns Bancos lhes negam o dinheiro aí depositado, como tem vindo a acontecer com o (BPP) (Banco Privado Português), muitos emigrantes suspenderam as remessas, estão a investir nos países onde trabalham e a levantar os seus depósitos.
4- DESEMPREGO EM PORTUGAL
               Portugal iniciou o ano 2010 com 563 mil desempregados.    Infelizmente, os números continuam a subir e a emigração a subir.
 5-O Fisco penhorou dez mil carros de luxo
 a cidadãos que querem explorar os cidadãos sérios, fugindo aos seus deveres de pagar os seus impostos.   Vejamos algumas dessas marcas: Aston Martim, Bentley, Ferrari, Rolls Royce e muitas outras… Estes carros fazem parte do total de 75 mil que a Administração Tributária penhorou e que serão vendidos caso os devedores não paguem. Poderemos comentar deste modo: “ tanta vaidade dentro de tantos pelintras”, armados em conquistadores de louraças à solta.
      6- A Pérola do Atlântico (ilha da Madeira)), contra ventos e marés será sempre bonita e atraente. Com emoção pela calamidade que sobre ela se abateu em 20 de Fevereiro 2010 e com a saudade da maneira florida como me recebeu, quando, ainda muito jovem, ali desembarquei numa manhã de Agosto de 1966, vindo de um cruzeiro feito a Angola, São Tomé e Príncipe, Canárias, etc..
      Aqui fica um abraço de solidariedade para todos os Madeirenses, com a certeza de que o futuro será melhor.
                                 Artur Monteiro do Couto
  
 


publicado por belezaserrana às 01:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

subscrever feeds
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

NOTÍCIAS DE PO...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO