belezas paisagisticas e artisticas de Trás-os-Montes

Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009
OS PORCOS TRANSMONTANOS DITARAM MODA NO MUNDO MODERNO

 

 

     OS RECOS E SUAS AMANTES TRANSMONTANAS
                        DITARAM MODA PELO MUNDO
                                               
 
       Quando insinuamos que a espécie suíno-transmontana (masculina e feminina ), de ascendência céltica, ditou moda narigo--estética a humanos especiais, que se deleitaram com os enfeites dos recos e recas que habitam as cortes atapetadas com queirogas, carquejas, tojos e palha de centeio, teremos que esclarecer:
 
                    OS PORCOS, fonte de riqueza económica e gastronómica,   nas aldeias do norte de Portugal, circundadas pelos montes, como são muito irrequietos e mexem e remexem o espaço que lhes está destinado para habitação própria, os donos, para evitarem essa revolução “cortesca”, vêem-se na necessidade de lhes mandarem aplicar o
                                     “«arganel = peça de ferro flexível, que se aplica no focinho dos porcos-porcas, torcendo as duas extremidades uma na outra, para que o animal não possa fossar.»
 Ver Novo Dicionário da Língua Portuguesa de Cândido de Figueiredo – Vol 1., 3ª Edição.
 
                                                   NA MINHA ALDEIA, do concelho de Boticas, presenciei o Senhor António “Zorro “, pessoa simpática e habilidosa, a fazer várias operações arganelares aos porcos que fossavam nos seus aposentos, pondo tudo em pantanas, deitando-se, pouco depois, sobre os seus excrementos fedorentos e repugnantes. Operação feita, assunto resolvido.
                                                  Longe estava eu de antever que a dolorosa operação feita aos suínos, - berravam em altos gritos e com as patas que iriam dar origem aos saborosos presuntos, -davam cada unhada no Ti Zé e no Ti Armindo que pareciam querê-los mandar para o novo suplício da fogueira que os aguardava mais tarde, depois de mortos à facada, repito, longe estava eu de vir encontrar em Lisboa, e por esse mundo além, seres humanos com arganéis no nariz, idênticos aos dos porcos do Barroso que agora estão a ser saboreados por paladares exigentes nas feiras do fumeiro e do presunto lá para as bandas da Galiza. Tive muita compaixão dos porcos e porcas quando os ouvi chorar dolorosamente;era ainda uma criança de tenra idade. Rendo-lhes a homenagem de terem servido de modelos àqueles que utilizam os arganéis dos porcos como um sinal de elegância e de afirmação de personalidade. Se pudesse, dava uma condecoração póstuma ao Ti Zorro por ter sido um dos pioneiros a lançar a moda do “arganel “ em seres humanos que, pelos vistos, invejavam a estética dos suínos transmontanos.
                                             Artur Monteiro do Couto

 



publicado por belezaserrana às 22:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

subscrever feeds
pesquisar
 
Junho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


posts recentes

OS PORCOS TRANSMONTANOS D...

arquivos

Junho 2015

Março 2015

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

mais sobre mim
subscrever feeds
blogs SAPO